Português Italian English Spanish

Corrupção na Saúde do Rio. MP apreende R$ 8,5 milhões em ação contra fraudes na saúde do Rio

Corrupção na Saúde do Rio. MP apreende R$ 8,5 milhões em ação contra fraudes na saúde do Rio


11/07/2020

Mesmo com mortes se acomulando no Rio de Janeiro, um dos estados mais atingindos pela pandemia de covid-19, os governantes do estado, não deixaram de meter a mão no ererário publico. Usando dinheiro que poderia salvar vidas, para aumentar ainda mais, patrimônios, enquanto milhares de pessoas padecem nos hospitais sem vagas, sem equipamentos, por conta da corrupção gritante na saude deste estado. 

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) apreendeu ontem (10) R$ 8,5 milhões em espécie, durante nova fase da Operação Mercadores do Caos, que investiga fraudes em contratos para compra de respiradores mecânicos, usados, entre outras coisas, para o atendimento a pacientes com covid-19 no estado do Rio.

Segundo informações do MPRJ, R$ 7 milhões estavam em real. O restante estava em moeda estrangeira (dólar, euro e libra esterlina). Segundo o Ministério Público, a quantia foi entregue espontaneamente por um dos investigados no inquérito, cujo nome não foi revelado.

O dinheiro terminou de ser contado na madrugada de hoje (11) com a ajuda de máquinas emprestadas pelo Banco do Brasil, na presença do investigado e de seu advogado.

Na fase de ontem da operação, o ex-secretário estadual de Saúde Edmar Santos foi preso por suspeita de envolvimento com o esquema que teria fraudado contratos para a compra dos respiradores. O MPRJ também conseguiu, na sexta-feira, o arresto judicial de R$ 36,9 milhões em bens do ex-secretário, que seria o valor supostamente desviado em três contratos. No início de maio, o ex-subsecretário executivo da pasta, Gabriell Neves, já tinha sido preso por suspeita de envolvimento no esquema. Dias depois, Edmar Santos foi exonerado do cargo.vSantos, que é oficial médico da Polícia Militar, foi encaminhado ainda ontem à Unidade Prisional da PM fluminense.

Direto da Redação