Português Italian English Spanish

Em estreia na propaganda eleitoral, Bruno Reis traz ACM Neto e Denice deixa Rui Costa de fora

Em estreia na propaganda eleitoral, Bruno Reis traz ACM Neto e Denice deixa Rui Costa de fora


09/10/2020

Os candidatos à prefeitura de Salvador estrearam nesta sexta-feira, 9, na propaganda eleitoral, com inserções exibidas às 7h no rádio.

Como antecipado por sua coordenação de campanha, o vice-prefeito Bruno Reis (DEM) teve sua biografia destacada. Falou de sua infância e adolescência, relembrando a morte prematura dos pais. "Com nove anos, eu era praticamente um homem. Tive que ajudar minha avó a cuidar da casa. Adquiri resiliência e paciência muito cedo", afirmou. Bruno também foi descrito como um candidato que "conhece as favelas e os guetos da cidade". "São mais de 20 anos rodando as ruas da nossa cidade. As pessoas falavam: 'você é o primeiro homem público a vir aqui'. É importante também conhecer os caminhos para resolver os problemas", disse.

Com o maior tempo de propaganda entre os postulantes, Bruno foi o único que colocou seu principal cabo eleitoral na estreia: o prefeito ACM Neto (DEM). "Ninguém quer a Salvador do passado. Eu quero uma cidade que vai sempre ser melhor e continuar esse processo de transformação. Eu não fiz tudo em oito anos, minha preocupação é como minha cidade vai ser cuidada, e por isso escolhi Bruno. Assim como eu não decepcionei, ele não vai decepcionar", afirmou o chefe do Palácio Thomé de Souza.

Com apenas 18 segundos de tempo, Celsinho Cotrim (Pros) falou sobre o desemprego na capital baiana e destacou ser o responsável pela implantação do SIMM (Serviço Municipal de Intermediação de Mão de Obra de Salvador). "Salvador voltou a ser capital do desemprego. Vamos tirá-la dessa situação, assim como tirei em 2004, com o SIMM", disse.

A candidata do PCdoB, Olívia Santana, afirmou que a eleição municipal decidirá os próximos quatro anos da vida dos soteropolitanos. E aproveitou para fazer possíveis referências a adversários, sem citá-los. "Festa a gente faz depois. Então, olho nas propostas. Tem candidato com experiência mas sem sensibilidade, mas também tem candidato com sensibilidade, mas sem experiência", declarou. A deputada estadual destacou ainda sua trajetória no Executivo, onde já exerceu os cargos de secretária municipal da Educação, secretária estadual de Políticas para as Mulheres e secretária de Trabalho e Esporte. "Sei das dificuldades e tenho coragem para enfrentar os desafios. Me siga nas redes, conheça minha história, meu trabalho e propostas", finalizou.

O Pastor Sargento Isidório (Avante) optou, em sua estreia, por usar apenas um jingle, cuja letra diz que "Salvador pode ser mais" e que promete que ele e sua vice, Eleusa Coronel (PSD), vão "cuidar de gente".

Com 21 segundos, Hilton Coelho (PSOL) também usou um trecho do conhecido jingle "Eu quero Hilton 50", mas também fez uma fala curta. "Chega de deixar o povo sem voz, sem esperança. Te convido para essa batalha. Juntos, a capital da resistência vencerá", disse.

Em seu primeiro horário no rádio, a Major Denice Santiago (PT) não trouxe um depoimento do governador Rui Costa (PT), apoiador da sua candidatura, embora o chefe do Executivo estadual tenha sido citado em um jingle. Durante 1 minuto e 59 segundos, Denice se apresentou ao eleitorado. "Hoje começa nossa campanha aqui no rádio. Decidi usar o programa de hoje para a gente se conhecer melhor, sem depoimentos de pessoas que me apoiam", afirmou.

Denice falou de sua origem na periferia, em São Gonçalo do Retiro, e relembrou ter frequentado escola pública durante sua vida. "Entrei na primeira turma de mulheres da Polícia Militar, com 18 anos. Trabalhando, estudando, criando meus filhos sozinha, como muitas de vocês. Comigo foi criada a Ronda Maria da Penha. Foi na ronda que conheci ainda mais cada cantinho de Salvador", disse. "Quero ser a prefeita que vai pensar primeiro nas pessoas, especialmente naqueles que mais precisam", completou. Ao final do programa, a candidata do PT, assim como fez Olívia, pediu que os ouvintes a seguissem nas redes sociais.

Bacelar (Podemos), por sua vez, foi apresentado por um locutor, que fez um resumo de sua biografia: "Estudou e se formou em Salvador, foi vereador por quatro mandatos e presidente da Câmara. Foi deputado estadual, secretário de Educação e está no segundo mandato de deputado federal. Quer colocar sua experiência a serviço de todos os soteropolitanos".

Os candidatos Cezar Leite (PRTB) e Rodrigo Pereira (PCO) não terão tempo de propaganda no rádio e na TV.